Pesquisar
Close this search box.

Perguntas mais frequentes

Nos nossos muitos anos de passeios na Amazónia, recebemos todo o tipo de perguntas e adoramos falar sobre tudo o que está relacionado com a selva durante os nossos passeios.

Por vezes, porém, é preciso responder a uma pergunta antes mesmo de comprar um bilhete.

De seguida, reunimos algumas das perguntas mais frequentes e importantes que nos são colocadas. Esperamos que as respostas lhe possam dar algum conforto e clareza. Se tiver mais perguntas, não hesite em contactar-nos.

Dependendo do que procura, pode haver diferentes alturas que sejam melhores para si.

A maioria das pessoas gosta de visitar a Amazónia durante a estação seca (julho - dezembro), quando os níveis de água são baixos e os trilhos são mais secos e fáceis de percorrer.

A estação das chuvas tem a vantagem de ter um clima/temperatura mais amenos (janeiro - junho) e há mais hipóteses de avistar animais. E fevereiro tende a ter a menor quantidade de mosquitos.

Pode haver, dependendo do sítio onde se encontra. Os alojamentos Boto e Tapiri situam-se numa região onde há mais mosquitos do que noutras, embora geralmente não seja tão mau. Nossas excursões para o alojamento dos tucanos ficam perto do Rio Negro, que é um rio mais ácido e, portanto, tem muito poucos mosquitos e até mesmo nenhum mosquito no próprio rio.

A sua segurança é a nossa prioridade. Pode fazer caminhadas ou nadar em segurança, nunca tivemos nenhum acidente com nenhum dos nossos hóspedes.

Não, não há malária nas zonas para onde viajamos. A malária pode ser encontrada em zonas de exploração madeireira ou de extração de ouro, mas nós estamos longe dessas zonas. Se quiser tomar um medicamento preventivo, pode consultar o seu médico sobre a malarona ou a doxiciclina, uma vez que estas tendem a ter menos efeitos secundários do que outros medicamentos antimaláricos. Consulte sempre o seu médico para tomar a melhor decisão possível para si, mas tenha cuidado com os efeitos secundários, pois podem ser bastante graves com alguns dos medicamentos antimaláricos.

Não existe qualquer risco de dengue ou febre amarela nas zonas onde recebemos os nossos hóspedes. A maioria dos viajantes toma a vacina contra a febre-amarela, mas esta não é obrigatória.

Embora seja geralmente uma boa ideia ter um comprovativo de vacinação contra a covid, este não é exigido para entrar no país (pelo menos no momento em que escrevo este texto) e nunca é exigido para as nossas viagens. Embora não sejam necessárias vacinas específicas para entrar no Brasil, é aconselhável informar-se junto das autoridades sanitárias locais sobre as vacinas que poderão ser recomendadas para a sua viagem.

Pode guardar as suas malas no nosso escritório ou, se tiver um hotel reservado na cidade durante a sua viagem, pode guardá-las aí.

Sim, o transporte do aeroporto para o hotel, do hotel para o lodge e vice-versa está incluído nos nossos pacotes.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Se chegar tarde no mesmo dia, antes das 14h00, podemos ir buscá-lo e levá-lo para o grupo. Se for depois das 14 horas, podemos trazê-lo no dia seguinte. Ambas seriam gratuitas, embora não fosse concedido qualquer desconto pelo tempo perdido.

Podemos deixar o alojamento depois do pequeno-almoço para que possa apanhar o nosso voo da tarde, sem custos adicionais.

Não fornecemos sapatos ou botas de borracha, pelo que deve trazer o seu próprio calçado. Embora seja bom ter botas de caminhada, o calçado normal é suficiente. Se tiver sapatos normais que não protegem os tornozelos, fornecemos-lhe polainas de proteção para proteger os tornozelos.

Não, não fornecemos casacos de chuva.

Se se tratar de uma excursão familiar e tiver pelo menos duas crianças pequenas consigo, podemos oferecer uma excursão privada sem custos adicionais.

Se for um grupo de, pelo menos, três idosos, pode obter uma visita privada sem custos adicionais.

Sim, 3 anos é a idade mínima para participar numa excursão.

Os maiores quartos encontram-se nos alojamentos Toucan e Tapiri, com uma cama de casal e duas camas individuais.