Pesquisar
Close this search box.

O encontro das águas - um fenómeno do rio Amazonas

Conhecida pelo seu nome português “Encontro das Águas”, esta confluência localizada no Brasil, na América do Sul, é um verdadeiro fenómeno onde dois rios se encontram sem se misturarem e correm lado a lado durante alguns quilómetros.

O Rio Negro e o Rio Solimões, nome dado aos trechos superiores do Rio Amazonas, formam um espetáculo da natureza chamado Encontro das Águas.

Dois Rios

Em seguida, fazemos um zoom sobre estes dois rios individualmente para saber mais sobre as suas propriedades.

Rio Negro - O Rio Negro

Aqui estão as propriedades da água do Rio Negro

  • Origem: Este rio que corre das colinas colombianas e das selvas do interior é quase isento de sedimentos.
  • Composição: Deve estar a perguntar-se o que faz com que o Rio Negro seja preto? Bem, as suas águas escuras obtêm a sua cor de chá a partir de matéria vegetal e folhas em decomposição da floresta amazónica.
  • Temperatura: O Rio Negro é ligeiramente quente, com 28 °C (82 °F).
  • Velocidade: O rio Negro corre aproximadamente 2 km/h (1,2 mph).

Rio Solimões - O Rio Amazonas

Aqui estão as propriedades da água do Rio Solimões:

  • Origem: O rio Solimões é o nome utilizado para o troço superior do rio Amazonas e nasce na cordilheira dos Andes, no Peru.
  • Composição: É rica em sedimentos, uma vez que recolhe areia, lama e lodo da Cordilheira dos Andes, o que lhe confere uma cor castanha lamacenta.
  • Temperatura: O Rio Solimões tem uma temperatura ligeiramente fresca de 22 °C (72 °F).
  • Velocidade: O rio Solimões corre a cerca de 4 a 6 km/h.

Um fenómeno natural

Este fenómeno ocorre na Amazónia brasileira quando os rios se encontram e se recusam a misturar-se, mas correm ao mesmo tempo durante cerca de 6 km (3,7 milhas) antes de finalmente se juntarem num só, formando o rio Amazonas.

O que é ainda mais impressionante é que os dois rios e a sua distinta separação de cores podem ser vistos do espaço, de acordo com o Observatório Terrestre da Nasa.

Um geólogo chamado Robert Meade descreve o encontro das águas da seguinte forma: “Seis Mississippis de água cor de café com leite estão a convergir aqui com dois Mississippis de água cor de chá preto para produzir o maior espetáculo hidrológico do planeta… o que estamos a ver aqui é um volume de água pelo menos uma dúzia de vezes maior do que o total da água que cai sobre as Cataratas do Niágara, do Iguaçu e de Vitória juntas”.

“Seis Mississippis de água cor de café com leite estão a convergir aqui com dois Mississippis de água cor de chá preto para produzir o maior espetáculo hidrológico do planeta,… o que estamos a ver aqui é um volume de água pelo menos uma dúzia de vezes maior do que o total da água que cai sobre as Cataratas do Niágara, do Iguaçu e de Vitória juntas.” – Geólogo norte-americano Robert Meade

O que é que provoca o encontro das águas?

Pode perguntar-se o que causa o Encontro das Águas e se a ciência pode fornecer uma explicação. As razões pelas quais estes dois rios não se misturam podem dever-se às diferenças nas propriedades da água.

Ter em atenção os seguintes pontos:

  • Suas diferentes velocidades: O Rio Negro corre lentamente, a cerca de um terço da velocidade do Rio Solimões.
  • Suas diferentes temperaturas: O rio Solimões, marrom, é mais frio que o rio Negro, de águas pretas.
  • Suas diferentes composições: Devido ao alto teor de sedimentos, o rio Solimões é muito mais denso do que o rio Negro, que é menos denso devido à quase ausência de depósitos.

Embora esta diferença de propriedades possa impedi-los de se misturarem, a sua resistência dura apenas alguns quilómetros, acabando por se juntar para formar o baixo rio Amazonas.

Onde fica o Encontro das Águas no Brasil?

Manaus Brasil

Manaus é a capital do estado brasileiro do Amazonas, localizado na região noroeste do Brasil. Cercada pela floresta tropical, Manaus é a cidade mais próxima de onde se pode acessar o Encontro das Águas, pois está situada a cerca de 20 km da confluência.

Os visitantes que querem ver o encontro das águas geralmente voam ou fazem um cruzeiro para Manaus e depois usam-na como ponto de acesso para se aventurarem na confluência de barco.

Além do Encontro das Águas, há outras atrações que trazem visitantes à cidade. Manaus está localizada no centro da maior floresta tropical do mundo, a floresta amazónica. Este é um bom ponto de partida para quem procura explorar a selva amazónica, aprender sobre a cultura e a vida de uma tribo indígena da região e criar experiências memoráveis de aventuras na natureza.

Veja abaixo as diversas experiências que Manaus tem a oferecer:

Atracções

Manaus tem um lado metropolitano que consiste em pontos turísticos como teatros históricos e centros comerciais. No entanto, a autêntica experiência amazónica encontra-se fora da cidade.

Barcos de turismo saem de Manaus para ver o Encontro das Águas, e os visitantes também podem explorar as margens dos rios e viajar pelos “igarapés”, que são rotas de canoas. Além disso, pode optar por caminhar e aventurar-se nas florestas ou reservar uma estadia num alojamento aninhado na selva e desfrutar de uma vista desinibida da natureza.

Floresta tropical

A selva amazónica é o sonho de qualquer investigador e proporciona uma experiência educativa a todos os que se aventuram nesta vasta floresta tropical. Aprenda sobre as plantas medicinais e a fascinante vida selvagem, tanto em terra como nos rios - Faça uma caminhada na floresta para mergulhar nas vistas, cheiros e sons da selva. Uma excursão à floresta tropical com um guia especializado será uma experiência relativamente segura e emocionante!

Cruzeiro e casa flutuante

Desfrute de cruzeiros em lanchas rápidas ao longo do rio para ter uma ideia da vida fluvial na região que visita. Aprenda sobre a vida selvagem do rio e veja alguns dos maiores peixes de escamas do mundo. Saiba mais sobre a vida na água ao ver as fascinantes casas flutuantes que são uma iniciativa arquitetónica criativa concebida para se adaptar à subida do nível das águas dos rios.

Golfinhos cor-de-rosa

Uma coisa é ver o famoso golfinho cor-de-rosa local. Outra coisa é nadar com eles. Algumas excursões oferecem a emocionante experiência de nadar com estas magníficas criaturas, enquanto outras o levarão a vê-las numa canoa. Dependendo do seu grau de aventura, pode escolher a opção que mais lhe convém. De qualquer forma, pode ver estes belos animais e aprender sobre eles.

Férias

Desfrute de pores-do-sol de cortar a respiração com uma estadia calma e tranquila na natureza, ou experimente a adrenalina das aventuras na selva. Existem excelentes pacotes turísticos de 3 a 5 dias para Manaus e para as férias na Amazónia. Estas podem incluir todas as actividades acima mencionadas num único acordo, para que não tenha de se preocupar em reservar cada atividade individualmente. Em vez disso, o seu itinerário será todo planeado para que tenha um gosto de tudo e uma experiência de férias memorável.

Transporte

Quais são as opções de transporte disponíveis para si? A maior parte do estado do Amazonas é uma selva tropical com vários rios e canais de água, por isso, para chegar a Manaus, pode apanhar um cruzeiro de barco ou voar de avião. Uma vez na cidade, há táxis, autocarros e, claro, se fizer um passeio pela bacia amazónica, tem barcos e canoas à sua disposição.

Visitar

Visite Manaus e dê a si mesmo uma oportunidade única de explorar os pulmões da terra e o seu fenómeno natural de dois tons, o Encontro das Águas.

As fotografias são bonitas, mas não fazem justiça à realidade. Se quiser ver isto com os seus próprios olhos, pode fazê-lo reservando uma viagem para o Boto Lodge e partindo de lá para Manaus.